Leia entrevista com Nélson César Menetti, coordenador do Polo AESabesp Aposentados

Engenheiro comenta o papel da iniciativa perante os associados

Coordenado por Nélson César Menetti, o Polo AESabesp Aposentados exerce papel importante na retenção de conhecimento e valorização dos profissionais do saneamento que estão deixando o mercado de trabalho. O objetivo é estimular a participação dos profissionais em atividades sociais, técnicas, esportivas e culturais.

“Qualquer especialista associado, principalmente, os aposentados que já se desligaram da Sabesp têm a oportunidade de atuação na prestação de serviços remunerados”, conta Menetti. A iniciativa contempla práticas em prol da comunidade, por meio de projetos socioambientais, consultorias, cursos e treinamentos no âmbito do saneamento ambiental.

Em entrevista ao Portal AESabesp, Menetti, que também coordena o Conselho e Fundo Editorial da entidade, comenta a responsabilidade do polo perante os associados, as atividades desenvolvidas e o papel da associação no desenvolvimento do setor.

Leia, a seguir, a entrevista completa:

Portal AESabesp – Conte-nos um pouco sobre sua trajetória na AESabesp até receber o convite para a coordenação do Polo dos Aposentados.

Nélson César Menetti – Descobri a satisfação de atuar de maneira voluntária em uma instituição séria e comprometida com o desenvolvimento sustentável no setor do saneamento ambiental. Desde 2002, tenho exercido vários cargos nas diferentes gestões. Coordenador do polo AESabesp Leste, coordenador dos polos da RMSP, conselheiro, vice-diretor financeiro, coordenador do conselho e do fundo editorial da Revista Saneas.

Portal AESabesp – Qual a importância deste polo para os associados?

Nélson César Menetti – Somos mais de 1.300 associados. A divisão dos associados por polo permite ao coordenador se aproximar dos mesmos para ser o principal elo de informações entre seus associados e as ações da diretoria. Cada coordenador tem a possibilidade de buscar expectativas e anseios dos associados, incentivando a participação deles nas diversas atividades sociais, técnicas, esportivas e culturais.

Portal AESabesp – Há uma iniciativa em andamento que possibilita remuneração aos profissionais aposentados da Sabesp que seguirem associados da AESabesp. Poderia nos explicar como funciona? Que tipos de atividades poderão ser desempenhadas?

Nélson César Menetti – Desde agosto de 2007, o Estatuto da Associação sofreu profunda alteração, necessária para permitir sua atuação na prestação de serviços às comunidades, por meio dos seus associados, no âmbito do Saneamento Ambiental, tais como projetos, assessorias, treinamentos e outros em todo o território nacional, tornando-se uma associação qualificada como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

Portal AESabesp – Qual é o objetivo deste projeto? De qual forma agrega à vida dos associados?

Nélson César Menetti – Qualquer especialista associado, principalmente, os aposentados que já se desligaram da Sabesp têm a oportunidade de atuação na prestação de serviços remunerados.

Portal AESabesp – Esta ação é também uma forma de promover a responsabilidade social da associação perante a sociedade?

Nélson César Menetti – Estas ações vão ao encontro da visão da AESabesp em ser referência nacional em inovação, capacitação, compartilhamento de conhecimento e tecnologia em saneamento ambiental, buscando a sustentabilidade com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Portal AESabesp – Há outras ações sendo planejadas pelo polo para tornar mais próxima a relação com os seus membros?

Nélson César Menetti – Promoção de eventos esportivos com foco na categoria de aposentados.

Portal AESabesp – O que já foi feito e quais são as expectativas do núcleo para os próximos anos?

Nélson César Menetti – Foi aperfeiçoado o banco de especialistas da AESabesp. Isto vai permitir o aproveitamento da experiência de nossos associados na gestão de projetos no âmbito do saneamento ambiental.

Currículo profissional:

Engenheiro civil com especialização em Saúde Pública, atuando na Sabesp no período de 1981 até 2017 como engenheiro fiscal de obras e gerente de projetos. De 2000 até 2017 como assessor no Departamento de Engenharia da Unidade de Negócio Leste.